Investidores

Grupos nacionais e estrangeiros, como também fundos geridos por instituições financeiras, interessados em investir ou reforçar investimentos nos mercados ibérico e brasileiro de energia poderão avaliar as barreiras, possibilidades e condições de entrada, diversificação das operações e alocação mais eficiente dos recursos, tendo um contato mais próximo com empresas do ramo abertas a parcerias e colaborações externas, além de um conhecimento mais detalhado acerca de instrumentos de proteção dos investidores e, ainda, programas governamentais de incentivos fiscais e apoio técnico e financeiro – a exemplo dos oferecidos para instalação de centrais solares, parques eólicos, exploração petrolífera offshore e projetos de eficiência energética.